Aproximar as famílias e os utentes tem sido um dos objectivos da Santa Casa de Leiria

Apoio Lar Nossa Senhora da Encarnação, Residencial XXI, Unidade de Cuidados Continuados e
serviço ao domicílio são as valências disponibilizadas pela Misericórdia de Leiria, que tem procurado aproximar as famílias e os utentes e dar resposta à pandemia.

 

A resposta da Santa Casa da Misericórdia de Leiria é clara: durante a fase de pandemia, a instituição nunca se deparou com situações de abandono de seniores. E se é verdade que
umas famílias são mais chegadas que outras, também é verdade que a Santa Casa, para além de procurar aproximar famílias, também vai ao encontro dos seus utentes, disponibilizando actualmente quatro respostas sociais junto da comunidade sénior,  nomeadamente, o lar Nossa Senhora da Encarnação, a Residencial XXI, a Unidade de Cuidados Continuados e o serviço ao domicílio.

 

“Existem famílias mais presentes, outras menos. Mas um dos objectivos da Misericórdia
de Leiria, tem sido também aproximar as famílias e os utentes. As famílias são chamadas
para a intervenção técnica que dinamizamos. Porque só através de uma intervenção
conjunta será possível prestarmos um serviço individual e especializado”, contou o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Leiria, Carlos Poço ao Diário de Leiria, acrescentando que “as famílias têm sido muito presentes e importantes para a segurança e bem-estar de todos”. “Temos uma relação muito próxima entre os nossos profissionais e os familiares”, apontou.


Com o aparecimento da pandemia o funcionamento da instituição alterou-se, passando
por tomar medidas preventivas, como mecanismos de formação, supervisão, monitorização
e articulação.


Na eventualidade de existir um foco de infecção global nas respostas sociais, a Santa Casa
tem asseguradas as condições de higiene e segurança nos diferentes espaços, contando
com a equipa técnica e multidisciplinar do Lar Nossa Senhora da Encarnação.


“Só através da superação diária destas equipas é que tem sido possível fazer compreender
às nossas pessoas idosas, os riscos inerentes a esta pandemia e as boas práticas a adoptar, assim como os ensinamentos que lhes têm sido transmitidos, para que se possam proteger mesmo dentro das respostas sociais”, garantiu Carlos Poço.


O Lar Nossa Senhora da Encarnação, até à data, tem 101 residentes e as visitas são feitas
na antecâmara da entrada principal do Lar, sendo também usadas as chamadas por vídeo
conferência.


A prestação de cuidados com a utilização de um conjunto alargado de equipamentos de
protecção individual, tem tornado ainda mais desafiante esta tarefa. “Os processos de
formação foram desencadeados, porque notámos que as nossas auxiliares de saúde e de
geriatria, estão também elas na linha da frente e precisavam de ajuda. Em todas as respostas sociais e especialmente no Lar Nossa Senhora da Encarnação, notamos uma evolução muito positiva na adaptação destas profissionais às novas realidades orgânicas”, esclareceu o provedor, acrescentando que de uma forma geral, os profissionais têm estado à altura das necessidades das pessoas a que prestam serviços, mas também
à altura desta pandemia.


“Os seniores estão preocupados e receosos” A intervenção comunitária que a Santa Casa desenvolve através do Serviço de Apoio Domiciliário tem sido fundamental para desenvolver estratégias, não só para as pessoas que estão institucionalizadas, mas
também para as que ainda permanecem no seu domicílio.


“Os seniores estão preocupados e receosos. Muitos deles por vezes, a visita da Misericórdia
é a única que recebem. Este contexto que vivemos hoje, com a informação a ser actualizada a toda hora, coloca muitos desafios às pessoas idosas que estão em casa. Para além de terem medo de sair à rua, coloca-os em situações de isolamento”, confessou.

No serviço de apoio domiciliário, a Santa Casa presta cuidados de higiene conforto e imagem, alimentação e alimentação assistida, higiene habitacional, tratamento de roupa,
animação sociocultural e intervenção psicoeducativa. Na área da saúde, dispõe de acompanhamento por parte das áreas da enfermagem, medicina, fisioterapia, psicologia, terapia ocupacional e terapia da fala.


Presta ainda outros serviços, como o acompanhamento na saída do sénior ao supermercado, à farmácia ou outro local, adquirindo também bens e serviços e um banco de produtos de apoio para aluguer.

Rua Trindade Coelho nº8
Apartado 1109
2401-801 Leiria