Queda Capilar – causas e como prevenir

Existem diferentes tipos de queda de cabelo e nem todos os tipos pedem as mesmas preocupações e tratamentos.

- Queda ocasional: pode manifestar-se apenas em alguns períodos de tempo, como no pós-parto, devido ao stress, à ansiedade e pelas mudanças de estação (no inicio do outono e no final do inverno);

- Alopecia cicatricial: ocorre quando acontece uma inflamação grave do folículo piloso, resultado de uma infeção, tumor, trauma, etc., como consequência pode acontecer a perda definitiva do cabelo;

- Alopecia difusa (deflúvio telogénico): é uma perda de cabelo progressiva, provocando uma grande escassez de cabelo, pode advir do pós-parto, queda de cabelo sazonal, stresse, menopausa ou toma de medicamentos, como anticoagulantes e medicamentos psiquiátricos;

- Alopecia androgenética: é mais frequente acontecer em homens que em mulheres. No homem surge uma retração na linha frontal do cabelo – nas entradas. Neste caso, o tratamento deve ser dado por um médico;

- Alopecia areata: é uma queda repentina dos pelos nas áreas afetadas, as causas são estimuladas, por exemplo, por stress emocional.

 

Há gestos que podem ajudar a prevenir ou a dimunir a queda capilar, se tomarmos as seguintes precauções:

  • Alimentação equilibrada
  • Boa manutenção capilar
  • Cuidado com os produtos capilares
  • Controlo do peso
  • Bons hábitos de sono
  • Exercício físico
  • Evitar o stresse
  • Não fumar, nem beber álcool em demasia
  • Beber muita água
  • Evitar fazer demasiados tratamentos químicos, como as colorações ou os alisamentos.

Existem algumas diferenças da queda capilar nos homens e nas mulheres. Em relação aos homens, a causa mais comum para a queda do cabelo é a hereditária, designada por alopecia androgenética que começa na maioria dos casos com um recuo da linha do cabelo nas têmporas, que mais tarde começa a estender-se à parte de cima do couro cabeludo. A alopecia androgenetica apesar de ser mais frequente nos homens, também se observa nas mulheres, sendo até um motivo frequente nas consultas de dermatologia.

Contudo, nas mulheres a queda de cabelo comporta-se de forma diferente. Raramente é hereditária e a maioria das mulheres nota perdas de cabelo após a menopausa. Mas quase todas as mulheres têm picos eventuais, como em situações de stress, pós-parto, distúrbios hormonais e durante as mudanças de estações (sazonalidade).

Rua Trindade Coelho nº8
Apartado 1109
2401-801 Leiria