ESTRATÉGIA EM TEMPOS DE COVID - Artigo de opinião Andreia Oliveira

Em abril de 2015, tive o privilégio de poder começar a exercer a função para a qual estudei 3 anos, entrei na UCCI da Santa Casa de Misericórdia de Leiria a exercer a função de Animadora Cultural. Conheci pessoas fantásticas, pessoas que me acompanham até hoje e que me fazem acreditar que vale a pena.

Orgulho-me do que sou e do que faço na UCCI e tenho o maior orgulho na minha equipa, todos estávamos longe de pensar que iríamos passar por esta situação.

Inicialmente ouviu-se falar do vírus, algo que estava longe de chegar a nós, mas que já se fazia sentir no receio dos utentes, famílias e equipa. Surgiram logo medidas para proteger os mais frágeis - os nossos utentes - tendo sido restringidas as visitas. Desta forma procurámos criar uma forma de

continuar a ligação entre os familiares, através de videochamadas. Surgiram dúvidas e medos que, de forma simples e clara foram esclarecidos, para que pudéssemos continuar as nossas rotinas, dentro do possível.

Foi então que surgiu uma nova medida, a quarentena profilática na unidade com a alternância de duas equipas de trabalho por períodos de 7 dias consecutivos.

Quando confrontada com esta situação, sem pensar muito, agarrei a missão, certa de que seria o melhor para os nossos utentes, para a nossa família e para nós.

Todos sabemos que estamos a passar por tempos difíceis, tempos que necessitam de medidas para proteger os nossos utentes. As semanas na unidade são intensas, vivemos preocupadas com o bem-estar dos nossos utentes, da equipa, pois a exaustão, normal devido à situação em que nos encontramos, faz-se sentir. Importa referir que todas nós estávamos habituadas a trabalhar 7h diárias, e neste momento estamos 7 dias 24h sob 24h, pelo que embora saibamos, temos que nos manter racionais, pois o medo e a ansiedade acabam sempre por surgir, porque estamos privados de estar com quem mais amamos para poder cuidar de quem mais precisa de nós.

"Não há impossíveis, mas sim provas de fogo que só serão ultrapassadas com força e determinação!"

Artigo de opinião Andreia Oliveira, Animadora Social, no Hospital D. Manuel de Aguiar

Rua Trindade Coelho nº8
Apartado 1109
2401-801 Leiria

Newsletter

Mantenha-se a par das novidades.

* Aceito a Política de Proteção de dados.